7 ferramentas para criar Pixel Art

Você provavelmente deve ter notado que ultimamente estamos resgatando aos poucos o passado e trazendo para o presente, por exemplo: Filmes novos de Star Wars, a série Stranger Things que se passa em 1980 com tantas referências que acabamos revivendo nossas lembranças de infância, o relançamento do Super Nintendo, Atari (consoles que rodam jogos em pixel art). E o que tudo isso tem em comum?

O sucesso baseado no sentimento de nostalgia!

E com o pixel art isso não é diferente, hoje esse estilo está presente em lançamentos de grandes estúdios e de desenvolvedores independentes, além de ter um processo de criação que pode ser tão completo e trabalhoso quanto os estilos 3D.

O que são Pixel Art e Sprites?

Pixel Art

O pixel art é uma forma de arte digital na qual as imagens são criadas ou editadas tendo como elemento básico os pixels. Elementos gráficos provenientes de sistemas computacionais antigos, como consoles de video games e telefones celulares seria considerados como pixelados. O termo pixel art foi publicado pela primeira vez em 1982, embora o conceito já existisse há pelo menos 10 anos antes.

A arte de pixel é salva em formatos de arquivo que usam compactação de dados sem perdas, como formato GIF ou PNG (o mais utilizado). O formato JPEG não é recomendado, pois usa compactação com perdas que deixa suas imagens “borradas”, veja:

Tem algumas formas de se trabalhar com pixel art, as mais utilizadas são: Isométrico e não-isométrico.

Pixel Art isométrico

O pixel art isométrico tem uma aparência tridimensional, embora a imagem ainda seja uma forma 2D, como no exemplo abaixo:

Pixel Art não-isométrico

O estilo não-isométrico apresenta apenas um lado, como o topo ou a frente, como no exemplo abaixo:

Sprites

Sprites é uma imagem 2D que pode ser manipulada independentemente do restante dos gráficos que estão na tela do jogo. Geralmente é o personagem que você controla nos jogos de plataforma, como o Mario em Super Mario Bros.

Porém, ao contrário das demais imagens utilizadas no jogo, possui características definidas em nível de programação, como velocidade, posição, altura e largura. É importante perceber que o computador sempre irá desenhar as imagens como retângulos no jogo e é muito comum nós desenharmos imagens com áreas transparentes para dar noção de desenho não retangular.

Ainda fala-se em sprite animado para denominar um sprite que muda de forma a cada determinado intervalo de tempo.

Se você tivesse que criar todas as cenas do seu jogo como uma imagem, isso tornaria as coisas muito mais difíceis de editar mais tarde. Com sprites, você pode adicionar e remover elementos visuais como quiser, sem precisar editar nenhum dos outros componentes visuais de sua cena. Isso torna mais fácil projetar cenas de jogos complexas e introduzir novos personagens e objetos para os seus jogadores interagirem.

7 Ferramentas para criar Pixel Art

Bom, agora que você sabe o que é Pixel Art e Sprites é hora de começar a criá-los. Para facilitar, vou listar 7 ferramentas para você começar agora mesmo a fazer suas criações:

1. Photoshop

Photoshop é o software que eu utilizo para criação de meus pixel arts, com algumas configurações simples você consegue trabalhar de maneira profissional com seus pixel arts, além do que, vários profissionais da área e de grandes estúdios utilizam ele para as criações.

Neste vídeo, Rômulo nos ensina a configurar o Photoshop para você trabalhar com Pixel Art, confira:

2. PiskelApp

PiskelApp é um editor de pixel online gratuito com ênfase na criação de sprites. Ele permite que você salve seu pixel art on-line e também tem uma função de importação para que você possa usá-lo para editar sua arte de pixel existente. O PiskelApp possui uma interface de usuário simples e é uma ótima opção para você que é iniciante.

3. Pixel Editor

Pixie é outro editor de pixel online totalmente funcional. Embora não seja tão adequado para a criação de sprites como o PiskelApp, ainda é muito fácil de usar e é uma boa escolha para quem quer deixar sua imaginação correr solta. A tela branca é o ponto de partida padrão para essa ferramenta e incentiva o desenho à mão livre.

4. Pixlr

O Pixlr é um editor de pixels um pouco mais avançado em comparação ao anterior, com uma grande variedade de ferramentas de desenho. Ele oferece o mesmo recurso de salvamento online que o PiskelApp, mas não é tão adequado para a criação de sprite sheets. Se você quiser evitar o estilo de 16 bits que o PiskelApp incentiva, vale a pena conferir essa ferramenta.

5. Aseprite

Aseprite é uma ferramenta de pixel art para criar animações 2D, sprites e qualquer tipo de gráfico para jogos. É um dos programas bastante utilizado pelo pessoal que trabalha com Pixel Art, ele roda em Windows, OS X e Linux.

6. GIMP

O GIMP é um editor de imagens de código aberto para desktop que pode ser usado para tudo, desde manipulação de fotos até criação de arte original. Você também pode usar o GIMP para criar seu pixel art. O GIMP é uma ferramenta poderosa que pode atender a quase todas as necessidades de edição de imagens.

7. Paint.net

E como não poderia faltar, o querido Paint, na verdade, o Paint.net, ele é um software gratuito de edição de imagens e fotos para Windows. Esta é uma ferramenta poderosa com uma grande comunidade por trás para mostrar como criar pixel art e sprites.


Quer aprender a desenvolver seus jogos gratuitamente?! Além de vários conteúdos sobre o mundo dos games? CLIQUE AQUI para se inscreva no canal e acompanhe!


Conclusão

Na verdade, não importa o programa que você vai utilizar para criar sua arte, no fim o que realmente importa é o resultado, mas algumas ferramentas se adequam melhor ao seu estilo de trabalhar e criar, por isso é importante que você teste e escolha a melhor para você. E você? Conhece alguma outra ferramenta que crie Pixel Art? Deixe nos comentários para nós! 🙂